Certificação ANBIMA: 4 benefícios para o profissional de finanças

novo perfil do profissional do mercado financeiro exige um aprimoramento constante. Para se qualificar, a certificação ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais) — CPA-10 e CPA-20 — surge como uma excelente oportunidade para quem lida com as finanças cotidianamente.

A organização despontou em 2009 com o propósito tratar de pautas comuns a bancos, gestoras, corretoras financeiras, distribuidoras e administradoras. Suas principais missões são o fortalecimento, a educação do mercado e autorregulação. Não à toa, as certificações que ela emite são bem vistas e respeitadas no setor.

Se você busca por qualificação e quer entender os benefícios trazidos por esses certificados, continue lendo o post para saber mais!

1. Cumpre requisitos obrigatórios

As certificações ANBIMA são necessárias para que você possa exercer algumas funções no mercado de finanças.

A CPA-10 é obrigatória para quem desejar ser gerente de contas em alguma agência bancária ou atender, atuando com prospecção vendas, em plataformas de atendimento.

Já a CPA-20 é um pré-requisito importante para aqueles que almejam trabalhar com os chamados “investidores qualificados”. Ou seja, com investidores que tem mais de R$ 300.000 aplicados no mercado financeiro. Além disso, ela também habilita o postulante a exercer as funções realizadas por quem tem a CPA-10.

2. Promove a atualização

Um candidato que se certifica pela ANBIMA se atualiza e adquire novos conhecimentos. A importância da atualização é cada vez maior no mercado atual, por conta da concorrência crescente e das mudanças causas pela era da informação.

É importante frisar que esse conhecimento não é disponibilizado apenas àqueles que já atuam no mercado financeiro ou têm carreira no setor bancário. Afinal, ele também de destina a estudantes interessados pelo tema e profissionais de autarquias ou órgãos públicos em geral.

3. Permite flexibilidade dos candidatos

Tanto a CPA-10 quanto a CPA-20 podem ser agendadas a qualquer momento pelos interessados. Basta escolher uma opção entre as datas, horários e locais disponíveis no ato da inscrição para fazer a prova.

Ambas são realizadas presencialmente, por meio de um sistema computadorizado. As duas estão em formato de múltipla escolha, com questões objetivas. Enquanto a CPA-10 conta com 50 questões para serem resolvidas em 2 horas, a CPA-20 tem 60, cuja resolução deve ocorre em 2 horas e 30 minutos.

A aproveitamento exigido para a obtenção da certificação é de 70% nos dois casos. Portanto, buscar por cursos preparatórios qualificados é uma medida mais que interessante. Dê preferência às instituições que oferecem material didático rico, atendimento personalizado e professores experientes no assunto.

4. Possibilita o crescimento profissional

Passar nesses exames abre a possibilidade de se ter uma carreira mais próspera. Sendo assim, investir em uma boa preparação para o seu crescimento é um gesto que se justificará com o tempo.

De nada adianta se apegar à experiência ou às oportunidades passadas. Nenhum elemento é tão relevante para um profissional quanto a sua capacidade de se adaptar, aprender e evoluir.

Nesse sentido, obter a certificação ANBIMA (CPA-10 e/ou CPA-20) é um passo imprescindível se você desejar alcançar novos patamares.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida? Quer relatar suas impressões? Então deixe um comentário, nós adoraremos ler!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *